Primeiro óbito por queda de pinheiro registrado em Painel

Deixe um comentário

05/09/2016 por FG Rincão da Forquilha

Quem mora na serra catarinense, periodicamente ouve relatos de acidentes envolvendo trabalhadores que vivem da extração do pinhão.

Em Painel é comum os registros destes acidentes durante a safra, nos meses de outono/inverno.

Abaixo transcrevemos o primeiro registro fatal de acidente pela queda de um pinheiro em Painel. Este óbito foi registrado sob nº13 do Caderno Provisório para Registro de Óbito nº1 do Cartório de Painel.

O acidentado Leopoldo da Silva Ribeiro era neto de Jezuino da Silva Ribeiro, primitivo posseiro da Fazenda Monte Alegre. https://pioneirosdaslagens.wordpress.com/2014/08/27/processo-legalizacao-da-fazenda-monte-alegre/

Thomaz José Pereira, juiz de paz do distrito, era filho de Jezuino da Silva Ribeiro e portanto tio do acidentado, conforme alistamento eleitoral de 1895. https://pioneirosdaslagens.wordpress.com/2014/09/07/alistamento-eleitoral-arraial-do-painel-1895/

Aos quatorze dias do mês de junho do ano de mil novecentos e cinco, nesta Freguesia sede do distrito de Paz do Painel, Comarca de Lages, Estado de Santa Catarina, em meu cartório compareceu Thomaz José Pereira, residente neste distrito, por ele me foi dito em presença de duas testemunhas abaixo nomeadas e no fim assinadas, que no dia … do mês de … do corrente ano, pelas duas horas da madrugada no Quarteirão Galafre, faleceu na casa do seu domicilio Leopoldo da Silva Ribeiro, solteiro, natural e residente deste distrito, com … de idade, de profissão jornaleiro, filho legítimo de Ramiro da Silva Ribeiro e sua esposa D. Conceição, ambos naturais deste Estado e residentes neste distrito, faleceu de desastre proveniente de queda que levou de um pinheiro três dias antes do falecimento e foi sepultado num jazigo particular no quarteirão Galafre por ordem do declarante, Thomaz José Pereira, 4º Juiz de Paz deste distrito. E para constar fiz este termo no qual assina comigo o declarante depois de lhe ser lido e achar em tudo conforme, e as testemunhas cidadão Algemiro Theodomiro Gomes e Antonio Damasco. Eu Ceslau Silveira de Souza escrivão o escrevi.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: